VINCI PARTNERS VAI GERIR FUNDO DE R$ 500 MILHÕES DO BNDES PARA ENERGIA SUSTENTÁVEL

MARIA SILVIA BASTOSA gestora Vinci Partners foi escolhida pelo BNDES para gerir um volume de R$ 500 milhões para o banco, sob o guarda-chuva do Fundo de Energia Sustentável, que terá prazo de 15 anos para aplicação e retorno. O objetivo é que 50% dos recursos venham da BNDES Participações S.A. (BNDESPar), com a captação do restante junto ao mercado. O fundo deverá entrar em operação até julho de 2017.

O fundo teve a sua criação aprovada no início de dezembro de 2016, já sob o comando de Maria Silvia Bastos Marques (foto), e será voltado à compra de debêntures incentivadas de projetos de infraestrutura, prioritariamente em ativos relacionados a uma economia de baixo carbono, tanto em ofertas primárias quanto no mercado secundário, sendo que ele terá isenção para investidores pessoa física.

Este será o primeiro fundo parceiro da Climate Bonds Initiative no Brasil, uma iniciativa sem fins lucrativos que busca incentivar a criação de instrumentos financeiros de apoio a soluções para a questão das mudanças climáticas.

“Além de criar um novo veículo de financiamento a projetos de infraestrutura, com possibilidade de ser replicado pelo mercado, o BNDES espera, com essa iniciativa, incentivar a criação de um mercado de títulos verdes no Brasil, aumentar a base de investidores em infraestrutura e incrementar a liquidez de títulos de infraestrutura”, afirmou a instituição em nota na época da criação do fundo.

O banco estima um volume de emissões de debêntures de projetos de baixo carbono de aproximadamente R$ 3,8 bilhões nos próximos 18 meses, sendo R$ 1,7 bi somente em projetos de energia eólica.

Deixe seu comentário

Seja o Primeiro a Comentar!

Notify of
avatar
wpDiscuz