JUSTIÇA CONCEDE HABEAS CORPUS E O ALMIRANTE OTHON VAI CUMPRIR PRISÃO DOMICILIAR

zazzazO Tribunal Regional Federal da 2a Região concedeu habeas corpus revogando a prisão do almirante Othon Luiz Pinheiro da Silva, ex-presidente da Eletronuclear, um dos maiores especialistas em energia nuclear e um dos líderes do Programa Nuclear Brasileiro. O Almirante Othon, acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e de tentar embaraçar as investigações, ele estava detido há dois anos, numa instalação da Marinha no Rio de Janeiro. Ele foi condenado a mais de 40 anos de prisão na Operação Lava Jato. O almirante está passando por um tratamento de câncer de pele. Segundo o advogado dele,  Fernando Fernandes, “a liberdade dele foi  um ato de justiça e humanidade”. O Almirante vai cumprir prisão domiciliar.

Por ser vice-almirante da Marinha, Othon Silva está preso em uma unidade militar, a Base de Fuzileiros Navais do Rio Meriti, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Othon Luiz Pinheiro da Silva recebeu em 1978 a incumbência de iniciar os primeiros estudos para um submarino nuclear brasileiro e liderou o Programa Nuclear Paralelo entre 1979 e 1994. Executado sigilosamente pela Marinha, o projeto resultou no desenvolvimento da tecnologia 100% nacional de enriquecimento do urânio pelo método de ultracentrifugação.

Nascido em 25 de fevereiro de 1939 em Sumidouro, no interior do Rio, Othon é engenheiro naval formado pela Escola Politécnica da Universidade de São Paulo, com mestrado na área nuclear no Massachusetts Institute of Technology (MIT). De 1982 a 1984, acumulou com suas funções na Marinha do Brasil o cargo de diretor de Pesquisas de Reatores do Instituto de Pesquisas Energéticas e Nucleares (IPEN), ocasião em que foi construído o Reator IPEN-MB-01 (único reator de pesquisas projetado e construído com equipamentos nacionais). Em 1994, foi para reserva na Marinha do Brasil no posto de Vice-Almirante do Corpo de Engenheiros e Técnicos Navais, o mais alto posto da carreira naval para oficiais engenheiros.

Deixe seu comentário

1 Comentário em "JUSTIÇA CONCEDE HABEAS CORPUS E O ALMIRANTE OTHON VAI CUMPRIR PRISÃO DOMICILIAR"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Yan Dantas
Visitante

É só ir preso que aparece um monte de doenças. Tem hospital dentro da prisão não? Leva ele naqueles que vão falar “é uma virose” e tá tudo certo.

wpDiscuz